O Instituto Conhecer Brasil com o apoio do Conselho Nacional do SESI, da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) e parcerias do SESI Piauí e Prefeitura Municipal de Gilbués, realizaram nos dias 21 e 22 de julho, a Feira da Cidadania/2017.

O evento aconteceu na praça Joaquim Nogueira Paranaguá (em frente a Prefeitura). No local o SESI instalou as Unidades Móveis de Inclusão Digital, Cozinha Brasil, Saúde Ocupacional e Unidade Móvel de Saúde e Segurança, onde foram desenvolvidas ações de educação, inclusão social, saúde, qualidade de vida e alimentação saudável.

O presidente do Conselho Nacional do SESI, João Henrique Sousa procedeu a solenidade de abertura e em seguida, o prefeito de Gilbués, Leo Matos disponibilizou os serviços oferecidos na feira para o público presente. Inicialmente, o presidente do Conselho Nacional do SESI falou da importância daquela ação para as pessoas que por algum motivo não têm acesso a serviços básicos de cidadania, como os que ali estavam sendo ofertadas.

“Quero dizer que foi um esforço muito grande de todos os entes envolvidos para a viabilização deste evento. “Nós atendemos um pedido dos prefeitos desta região liderados por Leo Matos, que preside a Associação dos Municípios vizinhos que se deslocaram até Brasília para nos fazer esta reivindicação e que atendemos prontamente. No entanto, claro, depois de solicitar o apoio do presidente da FIEPI, Zé Filho, que nos colocou a disposição toda a estrutura do SESI do Piauí, e também do Instituto Conhecer Brasil que realiza a Feira”, disse João Henrique Sousa.

Por sua vez, o prefeito Leo Matos agradeceu ao presidente do Conselho Nacional do SESI, e também ao presidente da FIEPI, Zé Filho, e os demais colaboradores que contrbuiram para a realização da Feira. “Já que não temos as condições de fazer um mutirão de serviços desta magnitude em apenas dois dias, fomos atrás dos órgãos e das pessoas que poderiam nos ajudar nesta ação. Por isso, deixo os meus votos de agradecimentos ao presidente do Conselho Nacional do SESI, João Henrique e ao presidente da FIEPI, Zé Filho, por nos proporcionar a realização de um evento como este para o nosso município.

A estudante Maria Vitória Araújo (18) participou da Feira ativamente. Ela disse que esteve presente na mini palestra com o tema “Mundo do Trabalho e Planejamento de Vida e Carreira” na Unidade Móvel de Inclusão Digital. “Foi maravilhoso! Com as explicações recebidas pude conhecer como funciona o mundo do trabalho nos dias de hoje”, disse a jovem estudante.

Durante a feira, houve ainda atendimentos médico (clínica pediátrica), odontológico, emissão de CPF, palestras educativas sobre temas educacionais diversificados e ainda atividades lúdicas, como a corrida do saco, atividades culturais (apresentação de quadrilhas e danças folclóricas), além de concursos de calouros e várias modalidades esportivas. Ao final teve entrega de troféus e medalhas aos vencedores.

Voltado para a população de baixa renda, o projeto atenderá a população demais três municípios da região:: Curimatá, Avelino Lopes, e Redenção do Gurguéia. Para o presidente da FIEPI, Zé Filho, ações como a Feira da Cidadania são importantes não apenas pelos serviços sociais que fornecem, mas também para fortalecer os costumes e a cultura de uma região.

“Os serviços oferecidos na Feira da Cidadania vai atender uma grande população carente da região sul do nosso Estado, reforçando as nossas tradições culturais, uma iniciativa muito louvável do presidente do CN do SESI, João Henrique Sousa que conta com total apoio da FIEPI”, afirmou.